Difusora Web
Publicidade
Publicidade
Nossa Localizacao
Piraju/SP
Greve de caminhoneiros afeta e região. Em Piraju, a greve paralisou o tráfego de caminhões no trevo da Raposo Tavares próximo ao antigo posto Andriela.
22/05/2018

Um grupo de caminhoneiros paralisaram o tráfego de caminhões na rodovia Raposo Tavares na altura do trevo do antigo posto Andriela em adesão à greve da categoria que acontece em toda as estradas brasileiras. Na paralisação, os caminhoneiros que trafegam pelo local são abordados e convidados a participar da greve que, nesta terça-feira (22) durou até as 17h. Após esse horário, os que estavam carregados podiam seguir viagem. Todos os motoristas estacionaram suas carretas e caminhões no pátio do posto que chegou a ter quase 150 veículos pesados. A greve foi realizada de forma tranquila e pacífica. Apenas os motoristas de caminhões eram abordados. Carros de passeio, empresas, caminhões com carga perecível e ônibus puderam trafegar normalmente. Alguns motoristas que não queriam parar entraram em Piraju, talvez buscando um desvio, mas em todos os trevos da rodovia Raposo Tavares em Bernardino de Campos, Ourinhos, Taquarituba, Itaí e Avaré haviam manifestantes. Segundo informou um dos caminhoneiros que comandava a paralisação em Piraju, a situação do país está tão preocupante que até mesmo as empresas de transporte estão apoiando a greve. Nenhuma carga está sendo liberada. A Polícia Militar Rodoviária, também apoiou o movimento disponibilizando três viaturas para ficar no local garantindo a segurança dos motoristas grevistas e dos que trafegavam pelo local na hora paralisação. Com apoio do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Ourinhos, a greve é uma forma de chamar a atenção das autoridades para os principais problemas que afetam o trabalho dos caminhoneiros que são o alto preço do combustível (óleo diesel) e a cobrança do eixo erguido nos pedágios. De acordo com Wilson Roberto, caminhoneiro de Piraju que, há 41 anos, vive na estrada, além do alto preço do combustível, a cobrança do eixo erguido, que só acontece nos pedágios das rodovias estaduais é outro fator que desgasta o trabalho do caminhoneiro. Wilson conta que há meses que o gasto com pedágio por conta da cobrança de todos os eixos é absurdo. “Eu faço o percurso Ourinhos a Santos e gasto R$ 730,00 só de pedágio por conta da cobrança do eixo erguido. Num único mês já cheguei a gastar R$ 15 mi, só de pedágio. Tem mês que chega a sair água dos olhos”, lamentou o caminhoneiro que participou da greve que, de acordo com os organizadores vai continuar até o governo se manifestar. Greve de caminhoneiros afeta e região. Em Piraju, a greve paralisou o tráfego de caminhões no trevo da Raposo Tavares próximo ao antigo posto Andriela. Carros de passeio, de passageiros e caminhões com carga perecível tinha passagem livre Caminhoneiro de Piraju já chegou a gastar R$ 15 mil em pedágio num único mês. Petrobras anuncia queda nos preços da gasolina e do diesel PIRAJU REGIONAL NEW Piraju, São Paulo, Brazil 

Fonte: Piraju Regional News Apoio Difusora Web.
VIAGEM FLASH BACK
13:00 as 14:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
CEP: 18.800-000 - Piraju/SP
Ligue agora
(14) 9977-8829
Horário de atendimento
07:00 AS 19:00 HS